Carregando..
guia de fornecedores
ou

Casamento musical :: Mila e Marcus

Casamentos Reais
Casamento musical :: Mila e Marcus

A música é algo que une as pessoas, né?!? A gente vai em um show e se sente parte de um todo, uma energia tão especial… imagina só isso num show de casamento.

Uma vez eu ouvi que, “com muita gente, cantando junto a gente não desafina” e achei a frase tão apropriada para essa união. Eles juntos não desafinam… pelo contrário, Mila e Marcus me apresentaram há pouco um trabalho tão lindo que estou apaixonada.

E… claro que um casamento diferente assim tinha que estar aqui no blog, no lugar que sempre tem espaço para a personalidade do casal no grande dia.

Ah! E tenho certeza que a música deles vai embalar muitos outros casamentos. Depois me contem.

A Mila contou um pouco da história deles e como foi pensado esse momento pra lá de especial.

“Ambos tínhamos nossas carreiras musicais separadas e quando nos conhecemos, foi questão de pouco tempo, embora com algumas restrições no início, para começarmos também a tocar juntos. Começamos a namorar em 2015 e foi quando também iniciamos o duo. Desde então, o desafio de trabalhar juntos e ao mesmo tempo ser um casal, só nos fortaleceu enquanto ser humanos e enquanto artistas.

Em 2018 ficamos noivos, sem um pedido oficial (na verdade até hoje eu digo que não valeu e e o Marcus diz que valeu rsrs). Basicamente, sentimos que era a hora de dar mais um passo e isso coincidiu também para um passo importante para a nossa carreira: a primeira vez que entramos em um estúdio para gravar nossas músicas autorais.

Em 2019 decidimos que nos casaríamos, mas que o que faria mais sentido seria isso acontecer num show, num palco.

Iniciamos os preparativos exatamente em julho…bem em cima da hora e em princípio pensando em uma equipe mais voltada para shows. Mas faltava algo. Então uma cenografista que estávamos conversando para fazer a direção artística do espetáculo indicou uma cenografista de casamentos e foi perfeito.

Ela não somente fez a decoração como a gente sonhava (já queríamos um arco de flores no palco), mas também pensou em coisas que a gente não havia pensado (ex. quem entregaria os bem casados no final? Quem receberia os convidados no teatro?). Porque, por mais que fosse um show, era um casamento. Assim, tivemos quase uma cerimonialista também rsrs. Como sou muito católica, eu quis também uma cerimônia na igreja, que aconteceu apenas com a família (amigos e fãs foram convidados exclusivamente para o teatro).

 

O ESTILO DO CASAMENTO

No final das contas, a ideia foi toda nossa, direção artística, como seria a decoração, iluminação… A gente se inspirou em ideias no pinterest e se baseou em outros trabalhos artísticos que já havíamos feito. Cores, roupas, etc… Também fizemos o nosso próprio site de casamento e o convite aconteceu digital mesmo. Preferimos investir na lembrancinha para as pessoas no final do show, o que para nós fazia mais sentido. As pessoas receberam bem casados e uma arte de uma de nossas músicas (em papel couchê, enroladinho com fita e uma etiquetinha com a data do casamento). Para executar tudo isso, contamos com alguns fornecedores que foram espetaculares:

  • Decoração: JovanaStosic (fez um arco de flores, que foi pensado para se posicionar no meio do palco). Além da decoração, a Jovana também foi uma espécie de cerimonialista no dia, juntamente com uma assistente. Isso foi fundamental para receber as pessoas no teatro, entregar as lembranças no final, posicionar a daminha na hora da entrega das alianças.
  • Iluminação: Adriano Vale. Um dos iluminadores mais conhecidos no meio musical belorizontino, responsável por diversos festivais e artistas (dentre os quais está o Pato Fu, com quem trabalha sempre). A junção dele, enquanto profissional experiente no meio artístico e de uma decoradora, experiente na área de casamentos/cerimônia, tornou a cenografia perfeita para o que queríamos. Certamente, foi o nosso melhor investimento.
  • Produção executiva: Rodrigo Brasil (junto com ele, tivemos indicação do Roadie (Janer Sumayo), Técnico de Som (Fabiano Brandão) e iluminador (Adriano Vale).
  • Fotografia/vídeo: não queríamos algo tradicional. Tudo foi pensado para termos de lembrança, enquanto casal, mas acima de tudo o marco do trabalho artístico nossa que tanto se relaciona ao tema. Então contratamos o Flávio Charchar, que já tinha produzido um clipe nosso e que contou com uma equipe de fotógrafos com experiência em cobertura de casamentos. A partir das captações de foto e vídeo da cerimônia e show, gravamos um clipe, recebemos o vídeo do show na íntegra e um mini documentário. O show na íntegra ainda será lançado, quando fizermos 1 ano de casados.

  • Arte da lembrança do final do show: Designer Barbara Nogueira. Pedimos que a Bárbara fizesse duas artes com frases de duas músicas autorais nossas que tinham muito haver com o nosso casamento e mandamos imprimir em gráficas, em tamanho A4. Enrolamos e colocamos fitinhas com etiquetas com nossos nomes e datas, para que as pessoas pudessem fazer quadros e colocar em suas casas.
  • Vestido da noiva (talvez a única coisa mais tradicional rsrs). Era algo que eu fazia questão. Como eu tinha a cerimônia na igreja e o show, eu usei dois vestidos com propostas diferentes. Na Igreja, foi um vestido alugado, minimalista (da Fits U). Um vestido que foi amor à primeira vista e com um véu curto. A cerimônia, inclusive, foi bem intimista, só para a família. Era longo, bem clássico. E foi bem a nossa cara. O Marcus tocou uma música nossa, para minha entrada e saímos cantando (cenas que aparecem no clipe). Já para o show, eu mandei fazer um vestido que tem haver com o estilo que nós, enquanto duo musical, usamos. Algo mais vintage, romântico, mas ao mesmo tempo moderno, que tivesse sentido com a imagem que temos usado dentro do nosso trabalho artístico também. Escolhi um modelo midi e como não encontrei em lugar nenhum, mandei fazer na “Fabíola Amorim Festas” e valeu super à pena, em preço e qualidade.
  • Maquiagem e cabelo: Natália Mota é uma profissional que já conheço há um tempo e que tem muita experiência com noivas. Não tive um dia de noiva, mas ela esteve comigo nos dois dias, cerimonia e show, com direito a roupão e tudo rsrs. Não houve teste prévio, pois o tempo estava muito curto. Então trocamos mensagens, com algumas ideias do pinterest e ficou melhor do que eu esperava. Em ambos os dias eu usei véu, porém os coques foram diferentes.
  • PS: Claro que demos bem-casados no final também, pois não podia faltar rsrs. Mas quem trouxe foi minha mãe, lá do interior, então nem sei quem foi o fornecedor. Sei que o preço valeu a pena e o sabor também!!! Foi super elogiado e a gente adorou!

 

ALGUNS DETALHE IMPORTANTES

Para o show, a gente compôs músicas exclusivas para os momentos que aconteceriam: entrada dos noivos, votos, troca de alianças, dança dos noivos… Até joguei buquê.

Muita gente no início ficou na dúvida como seria isso: show de casamento.

Tivemos uma daminha que levou a aliança, que teve até um porta-aliança personalizado (minha mãe enfeitou um violão pequeno, e as alianças ficaram amarradas num laço nele). Alguns achavam que seria um casamento mesmo, outros achavam que seria só um show. No final, o mais gratificante, foi realmente ver que nós conseguimos surpreender as pessoas e dar a elas um espetáculo de verdade, uma festa que pra gente tinha sentido e que talvez por isso tocou tanto o coração das pessoas.

Chegamos a ser criticados no início por não fazer uma festa ou mesmo por cobrar ingressos para as pessoas irem no nosso próprio casamento, mas afinal, a gente tinha que pagar os custos do show e precisávamos de ajuda para realizar o nosso sonho.

E foi a melhor escolha que fizemos: colocar o nosso sonho em prática.

MOMENTO MAIS INESQUECÍVEL DO CASAMENTO (de brilhar os olhos)

Na hora que vimos todas as pessoas cantando as nossas músicas e o teatro lotado (confesso que ficou até pequeno e a gente passou aperto com lista de convidados). Foi emocionante.

 

DICAS PARA OUTRAS NOIVAS

Ser você mesma e não se preocupar com o que os outros vão falar. É o seu casamento e não o deles!

E fazer isso vai fazer toda a diferença nas suas escolhas e na força do casal formado. Também vale ressaltar que quanto mais fomos ‘nos mesmos’ cada um, mais a gente se conheceu enquanto pessoas, enquanto casal e enquanto artistas nessa empreitada. E no final a satisfação não podia ser maior!”

E sim, teve personalização no casamento da igreja também. Veja as fotos desses dias especiais:

fornecedores


voltar ao topo