Carregando..
guia de fornecedores
ou

Casamento no Cristo Redentor :: Isadora e Lucas

Casamentos ReaisDestination Wedding
Casamento no Cristo Redentor :: Isadora e Lucas

Casar em uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo já é algo de suspira, né?!?! Agora se essa maravilha for o Cristo Redentor e o casamento for planejado em exatos 30 dias… a emoção cresce demais.

Foi assim que Isadora e Lucas saíram do interior de Minas para o Rio de Janeiro e realizaram o sonho de se casar abençoados por Deus em meio à natureza exuberante que Ele proporcionou àquele lugar.

Em meio aos encontros e desencontros dos preparativos de um destination wedding em meio à pandemia, no final deu tudo muito certo e eles foram abençoados com um dia pra lá de especial.

Ela contou:

“Nos conhecemos no Natal de 2016, em uma festa na boate Lótus (Ubá, Minas Gerais). Naquele dia, achamos que seria somente aquela noite, mas a vontade de nos vermos novamente nos fez nos encontrarmos ainda no dia seguinte. E assim fomos nos encontrando várias vezes na semana.

Era improvável que aquele “caso” virasse namoro, duas pessoas com cabeças bem diferentes e que haviam saído muito recentemente de longos relacionamentos. Mas Deus é quem decide.

Um mês e meio depois, no dia 12/02/2017, assumimos nosso namoro.

Desde o primeiro ano de namoro, falamos em casamento. Porém, foi preciso o senhor tempo nos moldar e nos ensinar a respeitar nossas diferenças e a amá-las antes que o grande dia chegasse.

Após alguns meses de namoro, descobrimos que aos 9 anos de idade havíamos sido pajem e daminha juntos em um casamento de uma prima do noivo. Sempre Deus.

Além de namorados, nos tornamos sócios de uma marca de lingeries e pareôs, a Vidora Intimates, que, além de peças íntimas, tem o propósito de ajudar mulheres a se amarem mais.

Passamos por fases difíceis durante a adaptação sociedade/relacionamento. Mas depois que aprendemos a lidar com a vida dupla, iniciamos a melhor fase do nosso relacionamento. E, foi assim, que decidimos que não esperaríamos nada mais que o necessário para nos casarmos. Marcamos e organizamos o casamento com 30 dias.

Entramos em contato com o Santuário Cristo Redentor (local da nossa primeira viagem juntos e sozinhos) e descobrimos que justamente a data do dia 12/09/2020 (quando faríamos 3 anos e 7 meses de namoro) estava vaga e que cairia justamente em um sábado. O dia 12, que já era importante, tornaria-se ainda mais a partir de setembro.

Então, começou a correria.

Um dos dias mais emocionantes foi quando contamos aos nossos pais do casamento e dissemos a eles que eles tinham 30 dias para se organizarem para a viagem MG/RJ que mudaria nossas vidas.

A minha mãe vibrou desde o primeiro minuto, sempre foi o sonho dela me ver casando na igreja.

Passamos por milhões de obstáculos, dentre eles: documentações que não conseguiríamos fazer a tempo, alguns pré-requisitos do Santuário, o juiz de paz que testou positivo para COVID 19 e descobriu um dia antes do nosso casamento civil (e que quase nos fez adiar o sonho faltando 3 dias para o religioso, já que para casar no Cristo, era necessário ser casados no civil).

Além disso, a minha amiga e maquiadora do civil também testou positivo e me mandou uma mensagem na noite anterior ao casamento informando a não possibilidade de me maquiar. Ademais, devido ao curto prazo que tivemos para organizar tudo, as caixinhas personalizadas que seriam as lembranças do casamento não ficaram prontas a tempo de chegarem em nossa cidade antes da data e foram enviadas diretamente ao RJ, aeroporto, o que nos fez desviar a rota no dia da viagem e enfrentar um engarrafamento de 5 horas. A viagem que deveria ter durado 5 horas, durou 10.

Outra coisa que não podia faltar, era o anel da minha falecida avó Yolanda que sempre foi muito importante para todos nós e que não pôde estar presente em corpo no grande dia.

 

Pedimos aos convidados que fossem todos de branco, para que pudéssemos todos vibrarmos na mesma sintonia e paz.

E assim foi feito, tudo lindo e positivo.

 

Meu sonho era um casamento rústico, minimalista e com pessoas queridas. Nos casamos apenas na presença de pais e irmãos, devido às restrições da pandemia, mas tivemos todos os nossos amigos vibrando conosco de casa.

Os avós do Lucas também não puderam participar em presença física do grande dia, por cautela, devido a pandemia, mas estiveram em nossos corações. (Devo dizer que nos casamos no civil no dia 09/09/2020, dia em que os avós do Lucas completaram 53 anos de casados).

:: a melhor dica para quem está organizando um casamento é ::

Façam o casamento exatamente de acordo com o estilo dos noivos, de forma que conte a história dos dois, com coisas e datas que tenham significado para os dois e com pessoas que amam. Fazendo assim, é impossível dar errado. Quando Deus quer, nada, absolutamente nada, consegue se opor.”

Agora é suspirar com essas lindas imagens captadas por Gustavo Espósito:

fornecedores

Créditos:
fotografia Gustavo Espósito Fotografia
bem casados Isabela Groppo
doces Delicatesse
vestido de noiva Mundo Katita
acessório de cabelo Carolina Carvalhal
brincos B Casual
lingerie Vidora Intimates
buquê Jorginho Rodrigues Decorações
caixinha personalizada Sim Aceito Atelier
pratinho da aliança Utilicenter
make and hair Amanda Albuquerque
unhas Yasmin Tartaglia
convite de padrinhos Casa Tua com Farli
decoração do Santuário Fábio Ítalo

voltar ao topo